Mães e famiíla – Atividades

Quando o mês de maio chega, a maioria das escolas de Ensino Fundamental I, trabalha o tema Mãe.

Percebemos a importância de trabalhar esse tema possibilitando a reflexão sobre os diversos modelos de família que  se apresentam em nossa sociedade.

Um novo conceito de família surge em que o afeto e o respeito são fatores importantes na constituição do núcleo da sociedade.

Sugerimos a reflexão a partir do livro,  O Grande e Maravilhosos Livro da família . De leitura leve e ao mesmo tempo reflexiva essa obra favorece a leitura por deleite, o debate e o exercício do pensar de nossos alunos.

livrodafamilia

Uma outra leitura que propomos é o livro Se as coisas fossem mães, de Sylvia Orthof. Um poema que além de encantar nos remete ao pensar sobre as novas relações familiares.

Se as coisas fossem mães

SE AS COISAS FOSSEM MÃES

Sylvia Orthof

SE A LUA FOSSE MÃE, SERIA MÃE DAS ESTRELAS,

O CÉU SERIA SUA CASA, CASA DAS ESTRELAS BELAS.

SE A SEREIA FOSSE MÃE, SERIA MÃE DOS PEIXINHOS,

O MAR SERIA UM JARDIM E OS BARCOS SEUS CAMINHOS.

SE A CASA FOSSE MÃE, SERIA A MÃE DAS JANELAS,

CONVERSARIA COM A LUA SOBRE AS CRIANÇAS-ESTRELAS,

FALARIA DE RECEITAS, PASTÉIS DE VENTO, QUINDINS,

EMPRESTARIA A COZINHA PRA LUA FAZER PUDINS!

SE A TERRA FOSSE MÃE, SERIA MÃE DAS SEMENTES,

POIS MÃE É TUDO QUE ABRAÇA, ACHA GRAÇA E AMA A GENTE.

SE UMA FADA FOSSE MÃE, SERIA A MÃE DA ALEGRIA.

TODA MÃE É UM POUCO FADA… NOSSA MÃE FADA SERIA.

SE UMA BRUXA FOSSE MÃE, SERIA MAMÃE GOZADA:

SERIA A MÃE DAS VASSOURAS, DA FAMÍLIA VASSOURADA!

SE A CHALEIRA FOSSE MÃE, SERIA A MÃE DA ÁGUA FERVIDA,

FARIA CHÁ E REMÉDIO PARA AS DOENÇAS DA VIDA.

SE A MESA FOSSE MÃE, AS FILHAS, SENDO CADEIRAS,

SENTARIAM COMPORTADAS, TERIAM “BOAS MANEIRAS”.

CADA MÃE É DIFERENTE: MÃE VERDADEIRA, OU POSTIÇA, MÃE VOVÓ, MÃE TITIA, MARIA, FILÓ, FRANCISCA, GERTRUDES, MALVINA, ALICE, TODA MÃE É COMO EU DISSE.

DONA MAMÃE RALHA E BEIJA,ERRA, ACERTA, ARRUMA A MESA, COZINHA, ESCREVE, TRABALHA FORA,

RI, ESQUECE, LEMBRA E CHORA, TRAZ REMÉDIO E SOBREMESA.

TEM ATÉ PAI QUE É “TIPO MÃE”…

ESSE, ENTÃO, É UMA BELEZA !

Elaboramos algumas atividades, tomando como base o belíssimo texto de Sylvia Orthof. As mesma são resolvidas no TuxPaint,e ou impressas para serem utilizadas como um recurso a mais nas nossas salas de aula.

Pensamos nos diversos níveis que a criança passa na caminhada do aprendizado da leitura e da escrita, por isso dispomos de diversas atividades.

Sinta-se a vontade para compartilhar, sugerir, aprender e ensinar.

Abraços

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita, mães, família, TuxPaint

leitura, escrita,mães, família,p\l\vras que rimam, TuxPaint

leitura, escrita,mães, família,p\l\vras que rimam, TuxPaint

escrita, leitura,close, família, mães, TuxPaint

escrita, leitura,close, família, mães, TuxPaint

escrita,leitura,segmentação,  família, mães, TuxPaint

escrita,leitura,segmentação, família, mães, TuxPaint

escrita,leitura,interpretação,  família, mães, TuxPaint

escrita,leitura,interpretação, família, mães, TuxPaint

escrita,leitura,produção,  textual,família, mães, TuxPaint

escrita,leitura,produção, textual,família, mães, TuxPaint

escrita, leitura, família,respeito,TuxPaint

escrita, leitura, família,respeito,TuxPaint

assinaturablog

Ler livros. Ler tudo. Ler o mundo.

Que a leitura é importante ninguém duvida.

Que aquele que ler decifra o mundo, também é sabido por todos nós.

A leitura deve ser uma prática diária na escola.

No documento, sobre Fluência Leitora, a Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza nos orienta sobre essa prática tão necessária no aprendizado de nossas crianças.

     Ler vários textos, ler diariamente, ler para informar, ler para aprender, ler para ensinar, ler pra deleitar.   Ler sempre, sempre ler.

O vídeo, A menina que odiava livros nos mostra de maneira leve como é prazerosa a leitura.

Para incentivar e valorizar a leitura encontramos várias possibilidades de leitura. Deleite-se você também.

O software Luz do Saber –  LIVROS podemos encontrar os livros virtuais que fazem parte da coleção PAIC Prosa e Poesia.

Alegre seus olhos e seu coração.

luzdosaber

O Pacto Nacional para a Alfabetização na Idade Certa – PNAIC , traz em seus recursos pedagógicos os livros de Literatura Infantil do  Acervos das Obras Complementares do MEC que incentivam a leitura, e favorecem o trabalho de forma interdisciplinar.  Os temas abordados em cada livro fazem um link com as demais disciplina.

Segundo a  Proposta Curricular de Português da Secretaria de Educação do Estado do Ceará, a poesia não constitui um agrupamento de gêneros, segundo a classificação que estamos utilizando nesta proposta curricular. Mais adequadamente denominados “poema”, já que a poesia é um traço que pode se manifestar em diferentes situações da vida, o gênero assume, de acordo com o contexto histórico e literário, distintas características. Mas permanece sempre nos textos do gênero uma natureza lúdica, uma espécie de “brincadeira” com a linguagem. Às vezes, esse caráter lúdico se organiza predominantemente na camada sonora da linguagem, daí os textos “jogarem” com os sons, as rimas, as aliterações e assonâncias, o ritmo, e o silêncio que o fim de um verso indica. Outras vezes, a “brincadeira” recai sobre o significado que se constrói por meio do texto: o autor “joga” então com a polissemia, com a busca de criar muitos significados com poucas palavras – daí a exploração de metáforas, metonímias, o deslocamento de sentidos. Antes e depois da escrita, o poema esteve associado à música. Depois da escrita e com a invenção da escrita e de novas tecnologias, novas formas de “brincar com a linguagem apareceram: com o aspecto gráfico das palavras, com sua associação a gestos e imagens em vídeos, a sons gravados, etc. Escrevem-se poemas para descobrir novas formas de ver o mundo, para refletir sobre ele, para divertir-se, para dar forma ao que sentimos e não entendemos muito bem, para inventar um sentido novo. É para isso também que lemos poemas.

O gênero literário Poema nos permite trabalhar esse gênero literário de maneira diversificada. Você pode construir um varal de poemas, realizar uma ciranda literária onde os alunos retiram poemas de uma caixa colorida, e leem para os demais colegas, ou mesmo um saral para incentivar o prazer de ler.

Organizamos uma coletânea de poemas que você pode imprimir e ilustrar com seus alunos para que juntos montem um tesouro de poemas.

Coletânea de poemas infantiscoletanea

Valorize as produções textuais de seus alunos postando no espaço da sala de aula, o material produzido por eles. Incentive-os a ler e a escrever.

Sugerimos, a leitura de poemas infantis de escritores como Cecília Meireles, José Paulo Paes, Sylvia Orthof, Vinícius de Moraes,  entre outros.

Podemos trabalhar esse gênero literário de maneira diversificada.

Você pode construir um varal de poemas, realizar uma ciranda literária onde os alunos retiram de uma caixa colorida, poemas e leem para os demais colegas, ou mesmo um saral para incentivar o prazer de ler.

Organizamos uma coletânea de poemas que você pode imprimir ilustrar com seus alunos e juntos montarem um tesouro de poemas.

Aqui você encontra  poemas que podem ser impresso e fazerem parte da sua sala de aula.

abelhas, leitura, poesia, TuxPaint

abelhas, leitura, poema,Vinicius de Moraes, TuxPaint

borboletas, leitura, poesia, Vinicius de Moraes,TuxPaint

borboletas, leitura, poema, Vinicius de Moraes,TuxPaint

a velhota cambalhota, leitura, poesia, Sylvia Orthof,TuxPaint

a velhota cambalhota, leitura, poesia, Sylvia Orthof,TuxPaint

ou isto ou aquilo, leitura, poesia,Cecília Meireles,TuxPaint

ou isto ou aquilo, leitura, poesia,Cecília Meireles,TuxPaint

lão de jardeimlei, leitura, poesia, Cecília Meireles,TuxPaint

leilão de jardim, leitura, poesia, Cecília Meireles,TuxPaint

o mosquito escreve, leitura, poesia, Cecília Meireles,TuxPaint

o mosquito escreve, leitura, poesia, Cecília Meireles,TuxPaint

as meninas, leitura, poesia, Cecília Meireles,TuxPaint

as meninas, leitura, poesia, Cecília Meireles,TuxPaint

o pinguim, leitura, poesia, Vinicius de Moraes,TuxPaint

 o pinguim, leitura, poesia, Vinicius de Moraes,TuxPaint

 Leia, escreva, deleite-se, ensine e aprenda.

 assinaturablog

Somos brasilheirinhos e brasileirinhas

No mês de Setembro trabalhamos o tema da Pátria.

Iniciamos nossas atividades trabalhando com o nome próprio, partimos da ideia que somos brasileiros e temos uma identidade única.

Segundo Ferreiro e Teberosky, no livro Psicogênese da Língua Escrita, o nome próprio torna-se a primeira escrita estável dotada de significação à criança, devido à identidade promovida ao aluno com o uso do seu nome e sua relevância cultural, pois faz parte da sociedade e marca seu território, sendo fonte de satisfação.                                                                                                                                                                      Trabalhando com o nome próprio objetivamos motivar o aprendizado  da escrita e da leitura com também favorecer a identidade e a auto estima das crianças.

A partir da escrita do seu nome a criança poderá perceber que algumas funções das escrita em geral, pois começa a perceber que as letras que usa para escrevê-lo são utilizadas também em outras palavras.

Dando continuidade ao trabalho abordamos o aspecto da cidadania e a identidade conversando sobre os direitos da criança e do adolescente.

unicefeca

Sugerimos ainda as orientações da Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza sobe o trabalho com o nome.

sugestes de atividades – nome prprio – revisada

sugestao.nome

 

As atividades relacionadas com o tema estão nas páginas do nosso espaço.

Atividades com o Nome Próprio

O tema Pátria, também foi trabalhado em postagem anterior, intitulada A Independência do Brasil.

As atividades propostas foram trabalhadas com as crianças do 2 ao 5º ano, abrangendo as disciplinas Português, Matemática e Geografia e História.

Você contra as atividades de Português na página- Hipótese Silábica

 

Sinta-se a vontade para compartilhar, ensinar e aprender.

Abraços

assinaturablog

 

 

 

 

 

 

Arrumando a casa

Nosso espaço de aprendizagem e interação está  reorganizado.

Continuaremos nossas postagens na página de início, a mudança aconteceu na sua estrutura.

Iniciaremos as mudanças com a página de Português.

A nova organização classificará as atividades de acordo com as Hipóteses da construção da escrita e da leitura segundo Emília Ferreiro.

Pré-silábicaSilábica e Silábica-alfabética .

blognovo

 

A “arrumação da casa” não terminou…

Vem novidade por aí.

Pode entrar, ” a casa é sua”!

Obrigada pela visita.

assinaturablog

Folclore

Folclore é o conjunto de tradições e manifestações populares. O nosso Folclore é muito rico. Formado pelas lendas, mitos, cantigas de roda, danças, músicas, provérbios, adivinhações, comidas típicas, festividades e tudo mais que faz parte da cultura popular que é passada de geração a geração, e que colabora com o fortalecimento  da identidade de um povo. Apresentamos diversas atividades onde podemos trabalhar com nossos alunos de maneira divertida e prazerosa. Unimos tradição e tecnologia para intensificar o aprendizado.

Vamos começar assistindo o vídeo 

Em seguida postaremos atividades elaboradas no TuxPaint (veja o tutorial) e que podem ser resolvidas no próprio software, ou mesmo impressas.

As atividades estarão organizadas de acordo com as hipóteses Pré-silábica, Silábica e Silábica-alfabética, da Psicogênese da leitura e da escrita.

* Atividades com as letras do alfabeto.

* Atividades com texto lacunado

* Atividades com cruzadinhas e enigmas

Uma boa dica para visitarmos; O site do Plenarinho.

Até a próxima!!!

 assinaturablog

A história da escrita.

A criança para escrever, “percorre” o mesmo caminho que a humanidade, quando sentiu a necessidade de registrar sua história. O homem iniciou seus registros através de desenhos, depois usou os ideogramas até encontrar-se com os símbolos que representam a fala.

Para ler e aprender: Sistema de Escrita Alfabética – SEA PRÉ-SILÁBICO

 

presilabico Trecho do Referencial Teórico da Secretaria Municipal de Educação e Cultura -SMEC – Salvador- Bh

Sugestão de atividades para serem realizadas com crianças no Pré-silábico.

alfabeto,letra do nome, Pré silábico,TuxPaint

alfabeto,letra do nome, Pré silábico,TuxPaint

alfabeto,letra do nome, Pré silábico,TuxPaint

alfabeto,letra do nome, Pré silábico,TuxPaint

alfabeto,letra do nome, Pré silábico,TuxPaint

alfabeto,letra do nome, Pré silábico,TuxPaint