Atividades de Descobertas

As professoras Adriana do 2º ano B-T, estava trabalhando o livro O Planeta Lilás do Ziraldo,  as professoras Ana Alice, 2º ano A M-T e Socorro 2ºB -T,estavam trabalhando o tema descobertas através da leitura.

No Laboratório de Informática Educativa – LIE – nós trabalhamos esses temas assim.

Com o TuxPaint elaboramos os textos e imagens da história trabalhada, para produzir uma apresentação no Impress do livro já citado.

Em seguida realizamos uma atividade de Português, em que trabalhamos o ditado e a escrita das palavras.

A atividade você pode encontrar na página de Português, o arquivo com o texto você encontra aqui.

O planeta lilás

O Planeta Liás

leitura, livro, descobertas, Impress, TuxPaint

Anúncios

Atividades de Ciências

Estamos concluindo com os alunos do 3º ano o conteúdo sobre o Universo.

Os alunos assistiram ao vídeo da série De Onde Vem, da TV Cultura.

Depois conversamos sobre os conhecimentos que eles acrescentaram nessa unidade.

O tema Universo é muito fascinante mesmo.

Além a atividade de Ciências que você poderá visualizar na página desta disciplina, trabalhamos também com a atividade interdisciplinar, envolvendo Escrita, leitura e matemática.

Essa atividade está postada na página de Português.

Andanças II

Em julho de 2011, na cidade de Crateús – Ceará estivemos presente no curso de Licenciatura Intercultural Indígena, com a disciplina Informática Educativa. Estiveram presentes professores Indígenas do Ceará das etnias, Kalabaça, Tabajara, Potiguara, Jucá , e  Tupinambá.
A Disciplina aconteceu no Laboratório de Informática da CREDE 13 ( Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação)

A inclusão digital dessas comunidades está dando os primeiros passos. Trabalhamos textos reflexivos, conversamos sobre a relação tecnologia X aprendizagem  e  os desafios encontrados nas escolas indígenas.

apresentamos o software livre, e com mais detalhes os alunos/professores, conheceram o TuxPaint.

O software em questão proporcionou um contato lúdico, efetivo e prazeroso. Por estarem muito ligados a terra e todo o seu ecossistema, e também terem a facilidade de se expressar através de desenhos, os protagonistas dessa história, se deliciaram com as ferramentas desses software, utilizando as Mágicas_ grama), os Carimbos ( animais, flores e alimentos) e os diversos Pincéis que o programa oferece.

Iniciaram a elaboração de atividades educativas nesse software e aprenderam a localizar a pasta saved. Ficaram interessados em construir carimbos onde pudesse expor imagens relacionadas as suas atividades.

Foram momentos de aprendizado e descobertas.

Para concluir essa disciplina se logaram e responderam ao fórum existente no endereço

http://sleducacional.org/node/157

Professores Indígenas do Ceará

Licenciatura Interculutral Indígena, Professores, TuxPaint

Professores na licenciatura Intercultural Indígena

Licenciatura Interculutral Indígena, Professores, TuxPaint

Andanças

Há tempos não escrevo. Os afazeres do dia a dia na vida e na escola fazem com que algumas coisas vão ficando pra depois.

Continuo usando o TuxPaint em todas as minhas práticas pedagógicas no que se refere a Informática Educativa.

O TuxPaint me auxilia quando vou editar um vídeo no OpenShot.

Como? Construo as telas com textos e cenários usando suas ferramentas.

Ele também está presente quando quero fazer uma apresentação no Impress, pois os planos de fundo “nascem” lá.

Esse software  maravilhoso, que a princípio é um software de desenho, nos permite até fazermos comparações com o modo de vida de pessoas que não conhecemos.

Explico essa afirmação, assim…

Na escola, no mês de setembro próximo passado, estavamos estudando a formação do povo brasileiro, com os alunos dos 3º, 4º e 5ºanos, quando os alunos vieram ao laboratório e começamos a conversar sobre os Povos Indígenas no Ceará, fomos vendo os slides de uma apresentação com esse tema, conversando e trocando idéias quando em um  slide com a foto de uma professora indígena, da etnia Tapeba – Caucaia-Ce, usando o Tuxpaint, numa aula da disciplina Informática Educativa do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena, um aluno muito atento a nossa conversa, fez uma expressão de admrição e ao mesmo tempo de entusiasmo disse:

“Professora essa professora índia que esta na foto, usa o mesmo TuxPaint que nós usamos aqui na escola. Que legal”

A partir dessa fala, foi que o objetivo proposto para aquela aula, começou a ser atingido. O aluno e seus colegas iniciaram a percepção de que existem índios no Ceará, nos dias atuais e que com todas as dificuldades, e as lutas pela sua terra, eles estão presentes na nossa sociedade.

Desde então aquela visão “ecológica e selvagem”, que ainda temos sobre esses povos foi se transformando e eles em suas falas foram querendo saber mais.

Essa percepção levou a outros relatos. Várias histórias sobre parentes seus que eram índios ou descendentes deles, alguns costumes presentes em suas famílias , e algumas iguarias que nós nos deliciamos ainda hoje e que são de tradição indígena.

Foi emocionante.

Olha o que o TuxPaint nos proporcionou. Uma busca pelo conhecimento e pela identidade de um povo que habita em nós.

Como parte dessa aula, após conversarmos sobre o tema os alunos usaram o TuxPaint para resolver essa atividade.

Liduina Vidal

, professores indígenas,inclusão digital, Tuxpaintinclusão digital, professores indígenas, TuxPaint

criptograma, escrita, povos indígenas, TuxPaint

criptograma, escrita, povos indígenas, TuxPaint